Queda de juros favorece o mercado imobiliário em 2013

SÃO PAULO – O ano de 2013 já mostra aos investidores que o mercado imobiliário está bastante favorável, em virtude de diversos fatores macroeconômicos que tornaram mais atrativa a aplicação em imóveis: juros baixos, o que desestimulou a corrida  por aplicações de renda fixa; bolsa de valores instável e mercados mundiais em baixa. Segundo consultorias, investir em imóveis garante boa rentabilidade, além de ser um investimento bastante seguro.

Verifica-se que o imóvel possui valorização maior que as aplicações financeiras e traz retorno acima da inflação. Análises de comportamento de mercado mostram que o risco de uma brusca desvalorização do imóvel é muito pequeno se comparado às possibilidades de ganho com esse investimento.A recente queda da taxa de juros, por parte dos bancos, para o financiamento de imóveis, alguns inclusive para os de maior valor, torna o mercado imobiliário ainda mais dinâmico e rentável.

15607_juros1

“Para os próximos anos, com a permanência da queda da Selic, a tendência é que os investimentos no setor imobiliário aumentem. O acesso mais fácil aos planos de crédito imobiliários e taxas reduzidas amplia também o perfil do brasileiro investidor, bem como as classes investidoras: se tínhamos a classe A como principal faixa investidora, hoje percebemos a crescente participação das classes B e C no setor”, afirma Ernani Assis, membro do Conselho Consultivo da RE/MAX Brasil.

Segundo Assis, Os imóveis usados, por sua vez, têm preço mais atrativo, mas podem necessitar de reforma, o que amplia ainda mais o tempo de retorno do investimento. Deve-se analisar se compensa financeiramente realizar intervenções em um apartamento usado ou se um novo, que tem preço maior e não precisa de reformas, é mais vantajoso.

Bons fluidos em casa

– Na porta de entrada da sua casa, coloque um tapete vermelho e peça que todos limpem seus calçados antes de entrar. Às sextas-feiras, lave o tapete com água e sal.

– Porta-retratos de familiares ou amigos devem sempre ficar em locais claros e arejados.

– Coloque um espelho em frente à porta principal para afastar as energias negativas que podem vir da rua.

– Incensos de sândalo ou mirra ajudam a acalmar o ambiente. Acenda um deles pelo menos uma vez por dia.

– Almofadas e cortinas com estampas de lua ou de estrela trazem paz.

– Para atrair boas energias, mantenha um vaso de trevo-de-quatro-folhas perto da entrada da sua casa.

– Deixe sempre a tampa do vaso sanitário fechada e evite que o cesto de lixo do banheiro fique muito cheio.

– Para que as boas energias não escapem, se as portas de entrada e do fundo de sua casa forem alinhadas, mantenha uma delas fechadas.

– Não coloque fotos penduradas em paredes que tenham rachaduras.

– Atraia prosperidade e fartura colocando uma imagem de buda em cima de um prato, com algumas moedas em volta dele, de costas para a porta de entrada da sua casa.

– Deixe sempre as janelas e portas abertas para entrar a luz do sol e os bons fluidos.

– Se o problema for a inveja, deixe uma ferradura pendurada atrás da porta de entrada da casa ou uma figa como enfeite na sala.

mulher-acendendo-velas

– Para esquentar o clima a dois, no quarto do casal, aposte na cor vermelha, que pode ser usada nas almofadas, nos detalhes do lençol e da colcha, nos quadros e tapetes.

– Manter uma miniatura de elefante branco em cima da geladeira garante a saúde dos moradores da sua casa. Mas, se desejar sorte e fartura, coloque-o de costas para a porta de entrada.

– Coloque um sino dos ventos em ambientes externos da casa para atrair boas vibrações, tranquilidade e energias positivas para a família.

– Deixe uma pirâmide em um lugar de destaque em seu lar, pois ela eleva o astral do ambiente e ajuda na realização dos sonhos.

Móveis surrealistas de grife de luxo são exibidos em SP

Doze peças de mobiliário da marca de luxo francesa Maison Martin Margiela estão expostas (e à venda) na loja Conceito Firma Casa, em São Paulo, até 28 de abril.

A grife, que desfila na Semana de Moda de Paris e há dois anos é destaque na Semana de Móveis de Milão, montou ali um ambiente de inclinação surrealista com pequenos sofás e mesas tortas. Um adesivo com uma porta estampada e um ovo de resina que serve de fixador de rodapé arrematam o cenário.

“Nosso sentido de luxo está mais ligado à forma e ao estranhamento, na contramão da uniformidade estética que a indústria da moda prega. Somos menos marca e mais ideia”, explica o designer argentino Eduardo Dente, membro do coletivo de arquitetos, estilistas e restauradores de arte responsável por levar adiante os preceitos do belga Margiela, que se despediu da casa em 2008.

Uma particularidade da grife é a discrição dos criadores, que evitam aparições públicas e já chegaram a posar para fotos com os corpos cobertos. Austeridade herdada de Margiela.