Copacabana Palace faz 90 anos e celebra com pequeno museu no hotel

Roleta do cassino que funcionou no hotel até 1946 está exposta. Capitão-porteiro Jorge Freitas lembra histórias de seus 42 anos do Copa.

O Copacabana Palace está comemorando 90 anos de existência em 2013. Ao longo deste tempo, abrigou milhares de celebridades, entre astros da música, do cinema e até reis e rainhas. São décadas de histórias, que tornaram o hotel um dos símbolos do Rio, como algumas que o RJTV mostrou nesta quarta-feira (4).

Há nove décadas, a Praia de Copacabana não tinha prédios, biquínis, nem fama. Mas, quando a construção com jeito de palácio abriu suas portas, começou uma história, que ajudou a promover a imagem do Rio e do Brasil no exterior.

O Copacabana Palace foi construído por um empresário de uma família muito tradicional, para receber autoridades e homens de negócios. Passou por uma crise, na década de 1980. Hoje, pertence a um grupo estrangeiro.

O sorriso, logo na entrada, do capitão-porteiro Jorge Freitas é o mesmo ha 42 anos. Ele era um jovem de 21 anos quando assumiu a função. Na memória, muitos encontros.

“A vinda do Príncipe Charles com a Princesa Diana foi realmente o que mais marcou em toda a carreira do Copacabana Palace. Na hora que eles iam sair, que aquela multidão estava na frente do hotel, gritando bastante. Aquilo me emocionou bastante, e ela, segurando na minha mão”, lembra.

Capitão Porteiro trabalha há 42 anos no Copacabana Palace, no Rio (Foto: Isabela Marinho/G1)

Capitão Porteiro trabalha há 42 anos no Copacabana Palace, no Rio (Foto: Isabela Marinho/G1)

Simpatia que conta com o aval de hóspedes, como o engenheiro civil Thales Cavalcante: “A grande vantagem do Copacabana Palace é essa. Além do glamour que ele tem, esses funcionários antigos nos dão esse conforto de como se a gente estivesse na casa da gente”.

Assim também disseram que se sentiram os Rolling Stones, Madonna e muitas celebridades, desde os tempos de Walt Disney, Orson Welles e Rita Hayworth. Santos Dumont assinou o livro de ouro, exposto no salão.

Memória em exposição
Para a celebração dos 90 anos, foi montado um pequeno museu, onde está exposta a roleta do cassino que funcionou no hotel até 1946. Também foi criado um cantinho com objetos que pertenceram a Carmem Miranda. Nos anos 50, ela ficou hospedada no local durante quatro meses e teria dito as irmãs que foi um dos períodos mais felizes da vida dela.

Na beira da piscina ou na agitação da cozinha, de onde saem as delicias para os hospedes e  convidados de grandes recepções. Em todos os cantos e corredores, um mundo de sonhos que também recebe a visita de alunos de escolas publicas e parentes de funcionários.

A diretora-geral André Natal conta que o hotel quer se aproximar dos moradores da cidade.
“Importante para a gente porque o Copa é importante para os moradores da cidade, sabe que as pessoas se sentem donas do Copa. E a gente gosta, a gente tem prazer em dividir isso com todo mundo.”

Fonte:  G1

Leave a Reply

copacabana-palace-faz-90-anos-e-celebra-com-pequeno-museu-no-hotel-marcelo-lara-negcios-imobilirios
%d bloggers like this: