Aluguel de acessórios e peças de luxo cresce no Brasil

Serviço permite desfilar uma bolsa Chanel no fim de semana por R$ 220 ou arrasar na festa com um vestido Missoni por menos de R$ 900
Untitled-1

Barbara Diniz e Mariana Penazzo criaram um site no qual alugam vestidos de estilistas renomados por preços a partir de R$ 200. Foto: Divulgação

Toda mulher – ou pelo menos boa parte delas – adora bolsa. Desfilar a cada festa com um modelo diferente é o desejo de muitas. E isso pode ser feito sem ter que adquirir tantos produtos, de maneira mais sustentável, por meio do aluguel. “É um conceito muito interessante, de estender a vida útil dos itens, de rever o conceito de posse e pensar em um consumo mais colaborativo”, defende a empreendedora Isabel Braga, criadora do site BoBags, focado na locação de acessórios de grife.

2

Isabel Braga investiu no negócio de locação de bolsas de grife pela internet há um ano. Foto: Divulgação

3

Colar de brilhantes e ouro branco, de coleção exclusiva, é uma das joias mais procuradas para locação na loja da designer Rosana Chinche. Foto: Divulgação

4

A locação de brincos longos de pedras coloridas custa entre 2% e 5% do valor de compra da peça. Foto: Divulgação

Consultora de moda, Isabel investiu no negócio de locação de bolsas de grife pela internet há um ano. Desde então, vem percebendo um aumento gradativo na procura pelos produtos – que são, inclusive, comprados de mulheres que já “enjoaram” das peças. Hoje, ela aluga cerca de 50 itens por mês, tudo de forma online, com entrega e devolução via correio ou em domicílio.

Entre os acessórios mais cobiçados do site está a clássica bolsa Chanel de couro matelassê, que pode ser locada por R$ 220, pelo fim de semana. Na compra, o produto custaria mais de R$ 5 mil. Outros modelos bastante procurados pelas brasileiras são a “it-bag” Saint Louis Tote, da Goyard, e a clutch prata Diane Von Furstenberg. “O Brasil valoriza muito as marcas de luxo. As pessoas são muito ligadas a tendências, mas nem sempre têm acesso a elas. Por isso, decidi apostar na ideia do aluguel”, afirma Isabel Braga.

Também na linha de acessórios, joias podem ser alugadas por cerca de 2% a 5% do valor original de compra. A designer Rosana Chinche, que oferece o serviço há mais de 15 anos, conta que as peças geralmente são locadas por consumidoras que querem variar os looks ou para utilização em um evento especial.

Segundo ela, entre os campeões de procura estão os colares de brilhantes e ouro branco, de coleção exclusiva assinada pela designer, assim como os brincos longos de pedras coloridas, como rubi, esmeralda e safira. “Existia uma ideia de que produtos para aluguel eram de baixa qualidade. Hoje, não. As pessoas percebem que são itens de qualidade aliados a um design diferenciado. Por isso, posso dizer que o mercado de locação cresce mês a mês”, confirma Rosana Chinche.

Vou de Miele ou Iódice?

Ainda na aposta de um consumo mais sustentável, em fevereiro deste ano, as jovens Mariana Penazzo e Barbara Diniz criaram o site Dress & Go, somente para alugar vestidos de estilistas renomados. Por um valor até 90% menor se comparado ao custo de compra, peças de Missoni, Carlos Miele, Reinaldo Lourenço, Iódice, entre outros, podem ser locadas por preços que variam entre R$ 200 e R$ 900.

Para se ter uma ideia, um traje de Reinaldo Lourenço que custa aproximadamente R$ 5 mil pode ser alugado por R$ 473. Já um vestido da Missoni pode ficar com a cliente durante quatro dias por R$ 878 – para compra, o item giraria em torno de R$ 8 mil.

Segundo as criadoras do site, são vários os motivos que levam as mulheres a se renderem ao aluguel dos looks: seja para estar na moda, para não repetir o figurino, para conhecer o caimento de um estilista famoso ou para ter o prazer de vestir uma peça exclusiva.

A ideia do aluguel de trajes de estilistas online foi espelhada no site americano Rent The Runway, que em três anos já possui um acervo de 50 mil peças e mais de 3 milhões de membros. Para 2014, o Dress & Go deve disponibilizar mais de 1.500 vestidos, sendo parte deles de estilistas internacionais. “Queremos mostrar que o mercado de aluguel também pode ser associado ao mercado de luxo”, aponta Barbara.

Fonte: Luxo IG – Por Alessandra Oggioni

Leave a Reply

aluguel-de-acessrios-e-peas-de-luxo-cresce-no-brasil-marcelo-lara-negcios-imobilirios
%d bloggers like this: