Triptyque assina reforma de edifício que produzirá a sua própria energia no Rio de Janeiro

Edifício de 21 andares será o primeiro empreendimento corporativo do Brasil a utilizar painéis fotovoltaicos na fachada para a produção de energia elétrica

O escritório de arquitetura Triptyque desenvolveu o projeto do chamado retrofit-verde do edifício RB12, localizado na Avenida Rio Branco, considerada umas das principais vias comerciais do centro do Rio de Janeiro. O prédio produzirá a sua própria energia e, de acordo com os arquitetos, poderá até mesmo vender a eletricidade excedente. A reforma está orçada em R$ 50 milhões.

Pelo projeto, a fachada do local será bioclimática, sendo composta por um jogo de vidros com brilho diamantado em zigue-zague, paisagismo suspenso e geração de energia por meio de painel solar e de pilha combustível. Quando pronto, este será o primeiro empreendimento corporativo do Brasil a utilizar painéis fotovoltaicos na fachada para a produção de energia elétrica.

Segundo o comunicado oficial do escritório, o projeto tem como principal objetivo “a economia para os compradores, além de posicionar positivamente as empresas ali instaladas, do ponto de vista sócio ambiental”.

Além destas soluções sustentáveis, com área de 4500 m², o edifício comercial de 21 andares, contará ainda com um terraço verde no seu último pavimento. Outra característica pioneira no Brasil, o complexo utilizará de células de hidrogênio para produção de energia elétrica a partir do gás natural encanado.

A Natekko, líder no mercado francês em termos de construções sustentáveis, é o criador deste novo conceito de edifício comercial. Já a MMC Investimentos, empresa inovadora entre as sociedades de gestão de investimento imobiliário, é a responsável da gestão do projeto.

As obras no empreendimento devem começar no final de 2014.

Fonte: Portal PINIweb – Por Rodrigo Louzas

Leave a Reply

triptyque-assina-reforma-de-edifcio-que-produzir-a-sua-prpria-energia-no-rio-de-janeiro-marcelo-lara-negcios-imobilirios
%d bloggers like this: