Além de Miami: conheça as maravilhas da Costa Histórica da Flórida

22_miami

Quando começamos um novo ano, não é muito cedo para os pais olharem para seus calendários e considerar como converter sua semana de folga da escola em férias memoráveis com a família. Não apenas mãe, pai e filhos, mas avós, tios e primos também! Os brasileiros tem uma cultura de orgulho e valores familiares. Eles não viajam longe de suas famílias – eles viajam para eles e com eles. Quanto maior a festa, melhor!

A boa notícia é que em 2017 teremos muitos feriados para viajar! Serão mais de 10 datas entre feriados e pontos facultativos, ótima oportunidade para planejar férias em família. A Páscoa por exemplo, está logo aqui em Abril. Excelente mês para uma fuga a Costa Histórica da Flórida. Uma aventura ao ar livre; experiências culinárias, descoberta cultural. A diversidade dessa região não só satisfaz os gostos dos jovens e mais velhos, mas também cria laços de família e memórias para toda a vida!

Conhecimento: Jornada Cultural e Histórica

Faça uma viagem cultural e histórica na cidade mais antiga dos EUA e visite com a família o primeiro assentamento espanhol (Fonte da Juventude): comemorando a fundação de La Florida pelo explorador espanhol Ponce de Leon e sua lendária busca pela Fonte da Juventude. Arqueólogos descobriram que o parque é o local real do povoado espanhol original de St Augustine de 1565. A fé da vovó será rejuvenescida visitando o local da primeira celebração da missa santa – Mission Nombre de Dios. Os pequenos de todas as idades – especialmente os meninos – apreciarão imaginar-se como soldados enquanto pisam no interior do Castillo de San Marcos, o primeiro e mais antigo castelo de maçonaria dos EUA. Castillo de San Marcos foi construído pelos espanhóis para proteger suas frotas do tesouro dos ingleses e piratas. O castelo é a estrutura a mais velha atualmente de St Augustine além de ser um monumento nacional.

Benefícios para a família: Quando você viaja com a família, você percebe que poucas coisas são tão importantes quanto as pessoas que te amam. A segunda coisa mais importante é a apreciação de que sua família faz parte de uma comunidade maior e importante. Experimentar o destino onde a herança hispânica dos EUA nasceu e compartilhá-la com sua família permite que todos entendam como a cultura latina está presente neste país e como a comunidade hispânica moldou a alma forte desta nação.

Dica: Oportunidade perfeita para os avós falarem sobre suas raízes e compartilharem experiências com a família.

Relaxe: Hora de se Acalmar

Faz 500 anos desde que Ponce de Leon viu pela primeira vez as magníficas praias de St Augustine e Ponte Vedra, mas mesmo depois de quase cinco séculos elas continuam sendo uma atração importante na Costa Histórica da Flórida. Beleza, história e natureza intocada colocam Ponte Vedra Beach na lista da CNN das 22 praias imperdíveis dos EUA e St. Augustine Beach está entre as Top 10 Praias nos EUA segundo usuários do TripAdvisor. Quer se trate do primos e tios se divertindo ao sol, uma caminhada romântica pelos mares ou um dia de reflexão e relaxamento suave para os avós; Este é o melhor lugar para praia.

Onde ficar: Por mais de 80 anos, o AAA Five Diamond Ponte Vedra Inn & Club impressionou os visitantes com serviço superior à beira-mar, restaurantes de qualidade, um spa de classe mundial e instalações de tênis. O local oferece suítes com kitchenettes que estão mesmo na praia. Existem sete piscinas à beira-mar, incluindo uma piscina da família e uma para adultos apenas para quando os pais e tios precisarem de uma pequena pausa. The Sawgrass Marriott Golf Resort and Spa é ótimo para famílias também. Eles oferecem Villas com vários quartos, uma sala de estar e cozinha completa que podem ser alugadas por um longo prazo. Este resort de serviço completo oferece o melhor de todos os mundos, combinando acomodações contemporâneas, uma incrível variedade de opções gastronômicas, spa de classe mundial e 99 buracos de golfe de acesso privilegiado, cortesia do adjacente TPC Sawgrass.

O que fazer: Ponte Vedra é o lar do famoso THE PLAYERS Championship Stadium course – uma experiência obrigatória para os aficionados de golfe.

Benefícios para a família: Tire um tempo de folga. As famílias vivem em um mundo estressante. É hora de apertar o botão de pausa. As férias obrigam as pessoas a parar e cheirar as rosas. Desta forma, quando os membros da família retornam à vida diária, as baterias serão recarregadas e estarão prontas para enfrentar o mundo.

Dica: Reserve tempo para relaxar. Planejar um roteiro vagamente estruturado de atividades que toda a família possa desfrutar. Mas concorde em ter algum tempo todos os dias para relaxar.

Explore: Aventuras Ao Ar Livre

Se você está procurando atividades ao ar livre que podem satisfazer os membros da família de todas as idades, a Costa histórica da Flórida é garantia de emoção-e destino family friendly. Além das 42 milhas de praias; Aventuras ao ar livre irão dar a todos a abundância de histórias para compartilhar e lembrar quando voltarem para casa. As seguintes atividades são “paradas obrigatórias” quando estiver em St. Augustine:

• Flutue sobre jacarés e crocodilos na desafiante tirolesa Alligator Farm and Zoological Park

• Nade com golfinhos na Marineland Dolphin Adventure

• Tour de pesca guiado no Drum Man Charters

• Suba 219 degraus do St. Augustine Lighthouse e Maritime Museum

• Sobrevoe a cidade em um lindo modelo biplano Waco 1935

Benefícios para a família: Viajar como uma família, especialmente com os mais jovens, oferece a oportunidade para os “adultos” experimentarem atividades. Os jovens de coração são curiosos por natureza e prontos para experimentar coisas novas. Esta característica vai permitir que todos saiam de sua zona de conforto e participem da diversão!

Dica: Programe atividades com a rotina normal da sua família em mente. Bebês são geralmente mais ativos na parte da manhã, um momento em que os avós também estão para cima. Os adolescentes geralmente dormem tarde, por isso é melhor programar as coisas que eles mais querem ver ou fazer nas tardes ou à noite.

Descubra: Eventos de Primaveras e Festivais

Nos dias mais quentes, flores da primavera e árvores verdes florescem nos festivais para ajudar a inaugurar a temporada e trazer as famílias ao ar livre novamente. Os eventos da Costa Histórica da Flórida comemoram tudo, desde a história à culinária local, até arte e música.

Escondido nos pântanos de St Augustine está um dos locais mais importantes da história americana: a primeira comunidade negra livre e legalmente sancionada nos EUA. Participe da Founding of Fort Mose em 18 de março, que recria a proclamação estendendo a liberdade para o capitão Francisco Menéndez, seus companheiros milicianos e ex-escravos em 1738. Curta música sem parar no delicioso churrasco durante todo o fim de semana que é destaque na St. Augustine Francis Field durante o Rhythm and Ribs Festival (31 de março – 2 de abril).

Fundado em 1995, o festival cresceu de um pequeno festival de churrasco ao maior festival no condado de St. Johns. Já o Taste of St. Augustine (22 de abril) destaca o autêntico patrimônio culinário e da cultura da região, apresentando 30 novos restaurantes e estabelecidos favoritos. Experimente a culinária local e aprenda sobre a diversificada cultura culinária da área! Finalmente, Romanza Festivale of the Arts é de nove dias de eventos históricos, culturais e criativos que celebram todas as coisas de Santo Agostinho. De 5 a 14 de abril, a cidade mais antiga da nação estará repleta de shows de música e dança, eventos de história viva e passeios históricos, teatro ao vivo e muito mais.

Benefícios: Passe algum tempo em pequenos grupos. Antes de sair, é uma boa ideia discutir o que todo mundo quer fazer ou não fazer na viagem e agendar alguns compromissos. Dividir o grupo em grupos menores dará às famílias uma chance para momentos mais íntimos e individualizados.

Dicas: Famílias que podem se dividir em grupos menores têm mais para compartilhar quando se veem novamente, e cada pessoa tem uma visão diferente de férias no mesmo lugar. Misture e combine o tempo de qualidade com diferentes membros da família. Os pais podem estar com crianças enquanto os avós visitam uma galeria de arte ou um monumento histórico. Os avós também podem ter uma noite especial com os netos, enquanto os pais saem para um jantar romântico.

Fonte: Notícias ao Minuto

Empresas brasileiras dominam mercado de imóveis nos Estados Unidos

16_mb

Após o estouro da bolha do mercado imobiliário americano, o mundo viu os preços dos imóveis no centro do sonho capitalista despencar. Algumas unidades tiveram redução de, até, 60%. O sonho do brasileiro de passar as férias perto da Disney ficou possível. Era mais barato ter uma casa em Miami ou Orlando do que em São Paulo e Rio de Janeiro. Enquanto no país a crise e a inflação fazia com que os números em aluguéis tivessem queda em mais de 5%, os preços nos Estados Unidos ficaram estáveis. Além do consumidor final, muitas empresas enxergaram antecipadamente um nicho de mercado, especializaram-se e conquistaram o mercado com os seguintes fatores: A forma de lidar com questões contratuais, já que é possível uma mudança no contrato caso o pagamento em um aluguel não ocorra – algo que não é possível no Brasil – e também a questão cultural, pois um comprador brasileiro prefere ser atendido por um corretor também brasileiro.

Seguro na rentabilidade, os investidores brasileiros visam o mercado americano pela segurança da economia. A busca por imóveis tem o foco de aumentar seu campo de atuação no mercado financeiro. No Brasil em meio à crise, os números são baixos, mas nos Estados Unidos – mais precisamente no litoral americano – a procura é alta por aluguéis e compras, alguns podem ser adquiridos pelo custo de US$ 130 mil e US$ 178 mil. Esta atitude financeira foi determinante para algumas empresas conseguirem atuar na ligação entre a América do Sul e a América do Norte, inclusive na área de câmbio. As transações entre os dois países chegam a mais de mil anualmente, com o montante ultrapassando valores de US$ 50 milhões de dólares, só no último ano.

Atualmente, muitas imobiliárias nos EUA são comandadas por brasileiros. Empresários visionários perceberam antes de todos o que ocorreria no futuro próximo e se anteciparam. Hoje, colhem os frutos do investimento. A assessoria de câmbio FB Capital, líder de mercado no envio de remessas de câmbio para a compra de imóveis nos Estados Unidos, soube explorar bem o mercado. Seu sócio, Fernando Bergallo, atua nesse segmento desde 2006, época na qual as assessorias de câmbio não percebiam o potencial de tal segmento, por se tratar de operações de valores não expressivos quando comparados a operações de importação e exportação, por exemplo. “Especializamo-nos em atender a um público que exige atenção rápida e personalizada. Temos dois clientes que demandam que a operação aconteça de forma rápida e segura: o comprador do imóvel e o corretor que precisa finalizar a venda. Ambos são igualmente importantes”, explica Bergallo.

Hoje, a FB Capital domina grande parte do mercado e possui parceria com dezenas de corretores e escritórios de advocacia. “Nós não vendemos serviço de assessoria de câmbio. Nós vendemos credibilidade. Este é nosso maior ativo”, ressalta Bergallo. Os exemplos estão no depoimento do cliente. “A FB Capital me assessorou de forma muito eficiente, reduzindo o prazo do processo burocrático para o envio de uma remessa para o exterior e me dando toda a orientação do pós venda. Na informação de como devo declarar o valor no imposto de renda entre outras regularidades que são exigidas pela legislação brasileira de câmbio e tributária.”, diz o cliente da área jurídica que está expandindo seus negócios. Em 2016, a empresa intermediou mais de US$ 50 milhões no segmento de imóveis. Foram mais de 1.200 operações para seus mais de 700 clientes. Com a recuperação da economia brasileira e a provável queda da cotação da moeda americana, o ano de 2017 deve ser ainda melhor. A assessoria tem como meta crescer 50%, com a realização de US$ 75 milhões de volume e 1.600 operações.

Fonte: Exame

8 roteiros de viagem nos Estados Unidos: as melhores road trips

03_miami

 

Os Estados Unidos são conhecidos pelas boas condições das estradasSim: o país foi feito para dirigir. E, se você é um apaixonado por aventuras, não pode deixar de fazer pelo menos uma road trip por lá na sua vida. Nós selecionamos algumas rotas para inspirar você a planejar esse passeio . Abaixo, seguem algumas opções selecionadas por nós.

1. Appalachian Trail

Além de estrada, também é o roteiro de trekking mais conhecido e longo dos Estados Unidos. Para uma viagem de aventura, você pode aliar as duas atividades. São mais de 2 mil km de estradas que percorrem 14 estados americanos: Maine, New Hampshire, Vermont, Massachusetts, Connecticut, New York, New Jersey, Pennsylvania, Maryland, West Virginia, Virginia, Tennessee, North Carolina, Georgia. Basta decidir quais cidades e vistas a priorizar.

appalachiantrail

2. Costa Leste

A ideia é começar em Nova York e terminar em Miami. Dois mil e 600 quilômetros separam as duas cidades. Depois de NY, você pode passar por Washington D.C., Fayetteville (Carolina do Norte), Savannah (Georgia), Cocoa Beach (já na Flórida) e finalmente Miami. Cocoa Beach é a cidade americana mais perto de uma estação da NASA (ou seja, é o melhor ponto de observação do lançamento de foguetes). Para este roteiro, você pode separar pelo menos 10 dias.

3. Death Valley e Grand Canyon

Esse é um roteiro mais ousado e certamente um dos com mais belas paisagens. Pelo deserto, a maioria das pessoas começa a road trip em Las Vegas e segue até o Grand Canyon (principalmente quando não há muito tempo). Mas a dica é inovar e conhecer também o Death Valley (na Califórnia). Comece o passeio por ali, pare em Vegas e siga para o Grand Canyon, com atrativos como Jacob Lake e Vermillion Cliffs National Monument pelo caminho. Se fosse percorrida sem paradas, a viagem entre Death Valley e Gran Canyon duraria cerca de 8 horas. Para uma viagem tranquila e aproveitadora, reserve uns 5 dias.

grandcanyon

4. Going to the sun road

É um passeio mais curtinho, com apenas 85 quilômetros de extensão, ideal para encaixar em um outro roteiro pelo país. Mas, certamente, é um dos que tem a paisagem mais encantadora. A estrada fica nas Montanhas Rochosas e é a única que passa dentro do Glacier National Park, em Montana. Geralmente, a estrada fica aberta entre junho e outubro, quando não há nevascas e riscos para trafegar. Em 2013, foi eleita uma das 10 rotas de carro mais bonitas dos Estados Unidos pela revista Forbes.

5. Loneliest Road

A “Estrada mais solitária” (na tradução para o português) é a Rota 50 e atravessa 12 estados americanos: Califórnia, Nevada, Utah, Colorado, Kansas, Missouri, Illinois, Indiana, Ohio, West Virginia, Virginia e Maryland. São 460 km de estrada, conhecida pelo nome exatamente por passar por locais com pouca civilização. É um roteiro com vistas magníficas, como Sierra Nevada, Appalachian, Rocky Mountains, deserto de Utah e Nevada e Lake Tahoe.

SONY DSC

6. Pacific Highway

Aqui, o passeio será feito pela Highway 1, que costeia o Pacífico. O trajeto mais tradicional é de San Franciso a San Diego (ou seja, sentido norte-sul), uma distância de cerca de 930 km. Assim você vai contar com a vista para o mar durante todo o trajeto. Para completar todo o trajeto sem pressa e com várias paradas em pequenas cidades pelo caminho, o ideal é reservar pelo menos 15 dias. Além de San Diego e San Francisco (e das outras principais cidades da Califórnia, como Los Angeles), a praia de Half Moon Bay, Carmel by the Sea, Big Sur, Manhattan Beach e Laguna estão entre os atrativos pelo caminho.

7. Rota 66

São cerca de 3 mil km, passando por diferentes paisagens, que vão desde a desertos até montanhas. É uma das rotas mais antigas do país, inaugurada em 1926. Neste roteiro, as principais cidades encontradas são Las Vegas, San Francisco, Los Angeles, Dallas, Chicago e New York. É importante você escolher bem as cidades, já que o caminho é longo (e fica difícil fazer tudo de uma vez só). Além delas, você pode escolher outras cidades nesta estrada, que liga Illinois à Califórnia, passando por Missouri, Kansas, Oklahoma, Texas, New Mexico e Arizona.

rota66

8. Roteiro pelo sul

A ideia é começar por Atlanta (Geórgia), seguir um pouco ao norte, passar pelo estado da Carolina do Sul e terminar em Orlando (Flórida). Esse roteiro não é muito comum, mas ideal para quem quer conhecer cidades mais históricas, que trazem um pouco do passado dos Estados Unidos. Entre as duas cidades, um ponto imperdível são as Great Smoky Mountains, em Pigeon Forge (Tennessee). Charleston (Carolina do Sul) e Savannah (uma das cidades mais bonitas do país) também são ótimo acréscimos. O percurso inteiro completa cerca de 10h de viagem. Então, é bom reservar pelo menos uma semana para ir parando com calma.

Fonte: Revista Donna

 

Volume de vendas de imóveis nos EUA cai, mas faturamento se mantém

eua

Miami continua sendo a cidade americana que mais atrai brasileiros quando o assunto é comprar imóveis de veraneio ou para investir. Hoje, porém, isso ocorre em volume menor.

Segundo Léo Ickowicz, sócio presidente da Elite International Realty, no período do boom imobiliário, entre 2010 e 2014, muita gente adquiriu casas e apartamentos de até US$ 500 mil e pela imobiliária foram vendidos 300 imóveis, número que, em 2015, caiu para 200, e para 100 até agora, em 2016. Atualmente, os bens atingem um público de classe AA, com valores entre US$ 1 milhão e US$ 2 milhões.

“Apesar de tudo isso, o faturamento vem se mantendo próximo ao anterior por conta dos valores mais elevados dos imóveis comprados. Hoje em dia o imóvel mais vendido é de US$ 1 milhão para cima. Nós percebemos que o brasileiro que tem um poder aquisitivo maior quer ter cerca de 20% do seu patrimônio no exterior”, complementa Léo.

“O preço do metro quadrado em dólar teve uma grande valorização, algo em torno de 70%, desde 2012 e, com a alta do dólar, as vendas começaram a cair no ano passado ”, conta Léo.

“Esse público que compra um imóvel residencial aproveita e fecha negócio com um comercial, também, que vem gerando um rendimento de 5% a mais de 7% ao ano. Nós temos um departamento exclusivamente comercial”, afirma seu filho e sócio, Daniel Ickowicz.

Quando o cliente compra à vista, é possível fazer a escritura por e-mail. Se for financiar, é preciso comprovar renda e o novo proprietário tem de ir aos EUA para fechar o negócio. Ao declarar no Imposto de Renda que tem salário fixo ou rendimentos oriundos de aluguel, é mais fácil para o investidor. Se ele tiver dinheiro aplicado em ações pode demorar mais porque os bancos veem esse investimento com cautela, já que as ações podem ser vendidas a qualquer momento.

Na hora da compra, o cidadão paga um imposto estadual de 0,3% em média. Já o equivalente em IPTU custa, em média, 2% do valor pago pelo imóvel. Numa compra à vista, prática preferida por 80% dos brasileiros, é necessário um documento de identificação e assinatura de poucos documentos, um processo bastante simples e rápido. Se houver um financiamento o banco exigirá cartas de referência, comprovação de renda e extratos bancários.

A compra de um imóvel nos EUA não garante nenhum direito especial. Estrangeiros em busca do green card estão dispostos a investir montantes a partir de US$ 500 mil em negócios aprovados pelo governo, que gerem empregos a americanos ou residentes permanentes legais, para conseguir o visto EB-5.

(Redação – Agência IN)

Fonte: IN

Venda de imóveis na Flórida para brasileiros cresce 26,5%

Miami

O dólar subiu 15,35% no primeiro semestre de 2015, passando de 2,69 reais em 02 de janeiro para 3,10 reais em 30 de junho. Ainda assim, no primeiro semestre do ano o número de imóveis vendidos a brasileiros no estado norte-americano da Flórida cresceu 26,5%, na comparação com o mesmo semestre de 2014.

Continua Lendo