Celulares com ouro e diamantes serão vendidos no Brasil

Com modelos a partir de R$ 20 mil, marca inglesa Vertu deverá chegar ao Brasil em 2014.

A parceria já foi firmada e as devidas homologações já estão sendo providenciadas para que os telefones celulares da grife Vertu sejam comercializados no Brasil ainda no começo de 2014. Conhecida por fazer modelos únicos, com acabamento artesanal e detalhes em materiais nobres, como ouro, titânio, fibra de carbono, cerâmica, couro e diamantes, a marca não deverá oferecer peças por menos de R$ 20 mil.

Pelo contrário, para marcar presença ao lado dos barcos, relógios e carros de luxo da loja Tools & Toys , no shopping Cidade Jardim, em São Paulo, onde terá um espaço, investirá principalmente nos aparelhos mais sofisticados e com edição limitada.

Untitled-1
Vertu Signature Cobra, lançado em 2006 em edição de apenas oito peças, por US$ 310 mil. Foto: Divulgação
5
Vertu TI, primeiro modelo da marca artesanal a ter sistema Androide. Foto: Divulgação

4
Cada um dos aparelhos Vertu leva a assinatura do artesão que o montou. Foto: Divulgação

3
Vertu Constellation, modelo mais recente da empresa, com capinhas de couro coloridas. A partir de US$ 6,6 mil. Foto: Divulgação

2
Vertu Diamonds. Foto: Divulgação

Um de seus modelos mais extravagantes, o Signature Cobra, lançado em 2006 em parceria com a joalheria Bucheron, contava com estrutura em ouro 18 quilates, teclado de diamante, duas esmeraldas e 439 rubis. Destinado ao mercado indiano, o aparelho foi colocado à venda em edição de apenas oito peças, por US$ 310 mil. Mas outra linha com menor número de pedras preciosas pode ser encontrada regularmente nas lojas por algo em torno de US$ 88 mil.

Focados mais em ser um acessório de moda para milionários, os aparelhos Vertu – que até 2012 era uma subsidiária da Nokia – deixam a desejar na tecnologia, mas ganham em prestação de serviço e exclusividade. Com toques gravados pela Orquestra Sinfônica de Londres e um concierge em oito idiomas disponível 24 horas por dia a uma tecla de distância, os aparelhos são vendidos (no exterior) com hora marcada pelo site .

Entre os modelos mais acessíveis estão os smartphones Constellation e TI, ambos com sistema Android, tela touch screen de safira, com resolução HD, e corpo de titânio. Os preços podem ir de US$ 6,6 mil a US$ 20 mil, dependendo dos acessórios e detalhes de personalização desejados.

Fonte: IG Luxo – Por Juliana Bianchi , iG São Paulo

Moto revestida de ouro e diamantes vale 650 mil euros

Com certeza você tem amor por sua moto em casa e pode até chorar bastante se ela for roubada. Mas choraria muito mais se ela não apenas ‘valesse ouro para você’, mas sim de verdade! Este é o caso de uma moto revestida de ouro e diamantes vale 650 mil euros e está fazendo a sensação dos sites e jornais de todo o mundo.

Moto revestida de ouro e diamantes vale 650 mil euros

A criação não inovadora (já tem carros e motos diversas no mundo com diamantes e ouro) é de autoria da  Lauge Jensen, uma fabricante de artigos exclusivos e de luxo. A proposta era criar um artigo único para alcançar um nicho bem específico do mercado: os compradores que amam ouro e não querem ter nada igual à outra pessoa. O modelo vale nada menos que 650 mil euros, cerca de 880 mil reais.

Batizada de ‘gold bike’, a moto tem assento de couro de crocodilo. Exótico, não? Não para a empresa, que passou seis meses entre montagem e finalização da peça e soma mais de 30 projetos diferentes como este e de luxo. Toda ela é fabricada em ouro, indo desde pequenos detalhes até o escapamento.

 Moto revestida de ouro e diamantes vale 650 mil euros
Moto revestida de ouro e diamantes vale 650 mil euros

A potência da máquina não é das mais altas, que vem com motor V2 de 1.807 cc de cilindrada. Há ainda uma potência do bicilíndrico é de 90 cavalos a 3.200 rpm; O consumo divulgado pela empresa para esta moto rodar de verdade é de 26,2 km por litro. Além de luxuosa e linda, é mesmo econômica! A moto pode chegar a 200 km/h.

O modelo não foi feito para andar nas ruas e nem poderia. Foi uma encomenda e, se rodar por muito tempo, a alta temperatura no cano de escape pode derreter esta e suas demais peças de ouro, que possui uma temperatura relativamente baixa de fusão.

O modelo já foi entregue mas entrou para o portfólio da Lauge Jensen, fabricante especializada em itens de luxo a gosto do cliente.

Fonte: Mundo de Luxo